Um simples tutorial
PHP Manual / HOSPEDAGEM / Hospedagem de Sites / Registro de Domínio / Servidor Dedicado / Revenda / Web local / Php Manual Espanhol / Php Manual Francês / Php Manual Inglês

Sua primeira página PHP

Crie um novo arquivo chamado ola.php e coloque-o em seu diretório root do seu servidor web (DOCUMENT_ROOT) com o seguinte conteúdo:

Exemplo #1 Nosso primeiro script PHP: ola.php

<html>
 <head>
  <title>PHP Teste</title>
 </head>
 <body>
 <?php echo "<p>Olá Mundo</p>"?>
 </body>
</html>

Use o seu navegador para acessar o arquivo pelo endereço de seu servidor web, ao final do endereço coloque o arquivo "/ola.php" como referência. Quando o desenvolvimento é local você usará uma url como esta http://localhost/ola.php ou http://127.0.0.1/ola.php mas dependendo da configuração do seu servidor web. Entretanto isto está fora do escopo deste tutorial, veja também as diretivas DocumentRoot e ServerName dos arquivos de configuração do seu servidor web. (no Apache o nome do arquivo é httpd.conf). Se tudo foi configurado corretamente, o arquivo irá ser interpretado pelo PHP e irá mostrar a seguinte mensagem de saída no seu navegador:

<html>
 <head>
  <title>PHP Teste</title>
 </head>
 <body>
 <p>Olá Mundo</p>
 </body>
</html>

Note que isto não é como em um script CGI. O arquivo não precisa ser executável ou especial em nenhum aspecto. Pense nesse arquivo como um arquivo HTML normal mas com a diferença que ele pode conter algumas tags especiais à mais que permitem à você fazer coisas mais interessantes do que somente páginas HTML estáticas.

Este exemplo é extremamente simples e você realmente não precisa usar o PHP para criar uma página como esta. Tudo o que ele faz é mostrar uma mensagem Olá Mundo usando a declaração echo() do PHP.

Se você tentar rodar este exemplo e ele não mostrar nenhuma mensagem de saída, ou aparecer uma caixa de diálogo pedindo para você salvar o arquivo, ou você ver o arquivo em formato de texto, há uma grande chance do seu servidor não ter o PHP habilitado. Peça ao seu administrar para habilitar o PHP para você usando o capítulo de Instalação do manual. Se você está desenvolvendo localmente, também leia o capítulo indicado acima para ter certeza de que configurou tudo corretamente. Se os problemas continuarem à persistir, não hesite em usar uma das várias formas de » ajuda que o PHP pode lhe oferecer.

O objetivo do exemplo é mostrar o formato especial das tags do PHP. Neste exemplo nós usamos <?php para indicar que à partir daquele ponto começa um código PHP. Então nós colocamos uma declaração de fechamento para indicar que o script PHP acabou, usando a tag ?>. Você pode usar o PHP em qualquer parte do seu código HTML, e também pode usar várias tags de abertura e fechamento no mesmo arquivo. Para mais detalhes, leia a seção do manual que fala da sintaxe básica do PHP.

Nota: Uma Nota sobre os Editores de Texto
Há muitos editores de textos e Integrated Development Enviroments (IDEs) que você pode usar para criar, editar e gerenciar arquivos PHP. Uma lista parcial destas ferramentas pode ser vista na » Lista de Editores para PHP. Se você gostaria de recomendar algum editor, por favor visite o endereço acima e pergunte à gerenciador do site para adicionar o seu editor à lista. Ter um editor que colore as sintaxes das tags pode ser muito útil.

Nota: Uma Nota sobre os Processadores Word
Processadores Word como o StarOffice Write, Microsoft Word e Abiword não são boas escolhas para editar arquivos PHP. Se você deseja usar um desses para testar seus scripts, você precisa verificar se você está salvando os arquivos como TEXTO PLANO ou o PHP não irá ser capaz de ler e executar o seu script.

Nota: Uma Nota sobre o Bloco de Notas do Windows
Se você está escrevendo seus scripts PHP usando o Bloco de Notas do Windows, você precisará verificar que os arquivos estão sendo salvos com a extensão .php. (O Bloco de Notas do Windows adiciona automaticamente a extensão .txt aos arquivos à não ser que você siga um dos passos a seguir para previnir isto). Quando a caixa de diálogo Salvar estiver aberta e você for digitar o nome do seu arquivo, coloque o nome do arquivo entre aspas (i.e. "ola.php"). Uma alternativa, é você clicar na lista drop-down 'Documentos de Texto' na caixa de diálogo salvar e alterar para "Todos os tipos de arquivos". Você agora pode digitar o nome do seu arquivo sem usar as aspas.

Agora que você criou com sucesso um script simples em PHP, é hora de criar o mais famoso dos scripts PHP! Uma chamada à função phpinfo() e você verá todas as informações sobre seu sistema e configurações disponíveis como a de Variáveis Pré-definidas, módulos carregados pelo PHP, e as opções de configuração. Tire algum tempo para ver e rever estas importantes informações.


Um simples tutorial
PHP Manual / HOSPEDAGEM / Hospedagem de Sites / Registro de Domínio / Servidor Dedicado / Revenda / Web local / Php Manual Espanhol / Php Manual Francês / Php Manual Inglês