Sintaxe Básica
PHP Manual / HOSPEDAGEM / Hospedagem de Sites / Registro de Domínio / Servidor Dedicado / Revenda / Web local / Php Manual Espanhol / Php Manual Francês / Php Manual Inglês

Escapando o HTML

Quando o PHP interpreta um arquivo, ele procura pelas tags de abertura e fechamento, as quais indicam para o PHP começar e parar de interpretar o código entre elas. interpretar desta maneira permite ao PHP ser embutido em todos os tipos de documentos diferentes, já que tudo fora o par de tags de abertura e fechamento é ignorado pelo interpretador do PHP. A maioria das vezes você verá o PHP embutido em documentos HTML como neste exemplo.

<p>Isto vai ser ignorado.</p>
<?php echo 'Enquanto isto vai ser interpretado.'?>
<p>Isto também vai ser ignorado.</p>

Você também pode usar estruturas mais avançadas:

Exemplo #1 Escapando de modo avançado

<?php
if ($expression) {
    
?>
    <strong>Isto é verdadeiro.</strong>
    <?php
} else {
    
?>
    <strong>Isto é falso.</strong>
    <?php
}
?>

Isto funciona como o esperado, porque o quando PHP atinge o ?> fechando as tags, ele simplesmente começa a enviar para a saída qualquer coisa (exceto newlines em seguida - veja separação de instruções) que encontre até que atinja outra tag de abertura. O exemplo dado aqui é resumido, claro, mas para escrever grandes blocos de texto, sair do modo de interpretação do PHP é geralmente mais eficiente do que enviar todo o texto atráves de echo() ou print().

Existem quatro diferentes pares de tags de abertura e fechamento que podem ser usados com o PHP. Duas dessas, <?php ?> e <script language="php"> </script>, estão sempre disponíveis. As outras duas são tags curtas e tags no estilo ASP, e podem ser ativadas e desativadas a partir do arquivo de configuração php.ini. Assim, enquanto algumas pessoas acham as tags curtas e tags no estilo ASP conveniente, elas são menos portáveis, e geralmente não recomendadas.

Nota: Também note que se você esta embutindo o PHP no XML ou XHTML você irá precisar usar as tags <?php ?> para permanecer cumprindo com os padrões.

Exemplo #2 Abrindo e Fechando as Tags do PHP

1.  <?php echo 'se você quer servir documentos XHTML ou XML, faça assim'?>

2.  <script language="php">
        
echo 'alguns editores (como FrontPage) não
              gostam de instruções de processamento'
;
    
</script>

3.  <? echo 'esta é a mais simples, uam instrução de processamento SGML'?>
    <?= expressão ?> Isto é um atalho para "<? echo expressão ?>"

4.  <% echo 'Você pode opcionalmente usar tags no estilo ASP'; %>
    <%= $variavel; # Isto é um atalho para "<% echo . . ." %>

Enquanto as tags vistas nos exemplos um e dois estão ambas sempre disponíveis, o exemplo um é mais comumente usado, e recomendado, das duas.

Tags curtas (exemplo três) estão disponíveis apenas quando são ativadas pela configuração short_open_tag no arquivo php.ini ou se o PHP foi configurado com a opção --enable-short-tags.

Tags no estilo ASP (exemplo quatro estão disponíveis apenas quando elas estão ativadas atráves da diretiva de configuração asp_tags no arquivo php.ini.

Nota: O uso de tags curtas deve ser evitado ao desenvolver aplicações ou bibliotecas que serão redistribuidas, ou serão usadas em servidores PHP que não estão sobre o seu controle, porque as tags curtas podem não ser suportadas no servidor em questão. Para código portável, redistribuível, tenha certeza de não usar tags curtas.


Sintaxe Básica
PHP Manual / HOSPEDAGEM / Hospedagem de Sites / Registro de Domínio / Servidor Dedicado / Revenda / Web local / Php Manual Espanhol / Php Manual Francês / Php Manual Inglês